Comida chinesa tem mais sal do que um Big Mac

Afinal, a comida chinesa, aparentemente saudável, contém níveis de sal mais elevados do que os recomendados para a saúde. Tanto que em alguns casos apresenta cinco vezes mais sal que um Big Mac. A conclusão é de um recente estudo Hospital Queen Mary, em Londres.

No total foram analisados mais de 150 pratos, de seis restaurantes chineses na capital britânica, e as conclusões revelaram-se surpreendentes: pratos com metade da dose diária de sal recomendada a um adulto (5 gramas, de acordo com a Organização Mundial de Saúde) e até alguns com cinco vezes mais sal que um Big Mac (2,3 gramas de sal).

O prato de carne em molho de feijão preto foi o que ficou no topo da lista, com mais de 6g de sal. Quando acompanhado com arroz frito com ovo, a dose de sal chegava às 11,5 gramas numa só refeição. No extremo oposto, com um dos pratos com menos sal, ficou o pato aromatizado.

A pesquisa foi ainda alargada aos supermercados londrinos onde foram estudadas várias refeições chinesas. Algumas delas apresentaram mais de 4 gramas de sal por embalagem, de acordo com o Jornal The Sun.

A guerra ao sal não é de agora. Na Inglaterra, a Public Health England (PHE) – organismo dedicada à saúde pública no Reino Unido – tem alertado para o excesso de consumo deste condimento, pressionando a indústria alimentar a reduzir na quantidade. “Um pedaço de pão tem 40% menos sal do que costumava ter. No entanto, alguns dos produtos possuem ainda elevados níveis de sal e sabemos que é possível reduzir ainda mais”, afirmou o nutricionista e chefe da PHE, Alison Tedstone, segundo o site Delish.

Aumento de peso e inchaço, pressão arterial alta, acidentes vasculares cerebrais e pedras nos rins são alguns dos problemas de saúde que o consumo de sal em excesso pode provocar.

Portuguesa desenvolve alternativa ao sal que é antitumoral

Rótulos dos alimentos obrigados a informação mais clara