A minha bela lavandaria

Bela e encaixada em apenas 1 metro quadrado. Se não tem espaço para mais, pode encafuar toda uma lavandaria num espaço de arrumos ou no topo de uma marquise. Ria-se ria-se, se se ri é porque tem a sorte de a ter numa divisão para o efeito, e talvez mesmo alguém que o faça por si. A maior parte dos mortais não dispõe nem de copa nem de Emilinha, sabia?

Pode ser encafuada mas não é menos bonita ou menos funcional. Lembra-se do concurso australiano ‘The Block’? E de como era tão relevante nas avaliações dos apartamentos o facto de estes terem ou não uma microlavandaria? E por vezes eram mesmo micro (e nem sempre muito bem conseguidas) e apesar disso os juízes diziam sempre “wow, mate!”

Facilmente se pensa que podemos poupar logo imenso espaço se investirmos numa mesma máquina que lave e seque. Todas as marcas, especialmente as melhores, têm modelos assim. Mas é um erro comprar uma. Quase sempre a roupa não sai completamente seca – afinal é a mesma máquina que molha e seca – e para secar plenamente tem prolongar o programa de secagem e dar ainda mais dinheiro à EDP. Além disso, a maior parte das cubas das máquinas de lavar são menores que os tambores das de secar, e a roupa não dança tão eficazmente nas outras, com ar circulante. Duas máquinas ocupam o dobro do espaço, mas vai agradecer depois quando chegar a altura de encaixar tudo o que uma lavandaria prática e eficiente tem que ter; o espaço de arrumos é ditado pela largura ocupada pelas duas máquinas.

Se embarcar neste projeto não esconda a lavandaria atrás de portas: as de correr não dão acesso a todo o espaço ao mesmo tempo e as de batente roubam-no, com o balanço. Mais: portas que fecham o espaço da lavandaria não permitem que o ar se renove tão facilmente – afinal aquilo é uma zona de águas – e é preferível usar cortinas, para que o ar circule.

lavandaria

Prefira uma cortina à cor do espaço rodeante se entender camuflar a sua lavandaria ou faça o oposto e invista num supertecido (em poucos dias vamos trazer-lhe o que de melhor pode encontrar no mercado) e faça do útil o muito agradável, e da simples cortina a peça de arte da divisão; nunca ninguém dirá que por detrás daquele painel tão lindo se esconde uma lavandaria.

Compre o sistema das prateleiras em função da quantidade de utensílios e produtos que usa nesta faina. Perca tempo a simular o espaço ocupado em altura e em largura pela parafernália de cestos, detergentes, tábua e ferro. O Ikea é incontornável neste desenho, por isso comece por lá.

Para cestos de plástico vá à loja chinesa mais próxima, mas para um bom cesto de verga, à medida do seu espaço, uma cestaria tradicional é uma visita obrigatória. Pode ser mais caro, mas se estimado, um bom cesto dura uma vida e não tem substituto na decoração utilitária.

Os cestos rebatíveis (mostrados na foto, fechados, no topo direito) são uma boa aposta para ganhar espaço, pois passam de 50cm de altura para +ou- 10cm e abrem-se apenas para selecionar a roupa por cores, antes da lavagem. Os sacos de lona do canto inferior esquerdo e as caixas de lona sobre as máquinas são H&M Home.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

As impressoras já imprimem cadeiras