Subir

Brexit: May prefere ausência de acordo a mau acordo

A primeira-ministra britânica, Theresa May, afirmou este domingo que é preferível não haver acordo do que obter um mau acordo quanto à saída do Reino Unido da União Europeia (Brexit).


Os artigos mais lidos:
É por esta razão que as damas de honor usam vestidos iguais
Tirar e “comer” macacos do nariz faz bem à saúde
O que escondem os brincos de Ivanka Trump


A chefe do governo britânico assegurou ainda que não vive “noutra galáxia”, respondendo a críticas de responsáveis europeus que a acusaram de ser muito exigente.

As críticas de responsáveis europeus surgem relatadas na imprensa, com o Sunday Times a escrever “May vive numa outra galáxia, diz Bruxelas”, relatando a reunião de quarta-feira em Londres entre Theresa May, o presidente da Comissão Europeia e o negociador da União Europeia, Michel Barnier. “Eu não estou noutra galáxia”, declarou May, em declarações hoje à BBC.

“Mas penso que esses e outros comentários que vimos da parte de dirigentes europeus mostram que há momentos em que as negociações serão difíceis“, acrescentou a primeira-ministra, reiterando que uma ausência de acordo seria preferível a um “mau acordo”.


Juncker espera que os 27 mantenham união ao longo do processo


O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, reconheceu que as negociações sobre o Brexit serão difíceis e adiantou esperar que os 27 mantenham ao longo do processo a união que considerou ter sido demonstrada em Bruxelas no sábado.

As verdadeiras negociações para o Brexit só arrancarão depois das eleições no Reino Unido que estão marcadas para 08 de junho.

Aliás, nas declarações hoje à BBC, Theresa May justifica essas eleições antecipadas com a necessidade de reforçar a posição nas negociações: “É porque temos necessidade de uma liderança mais forte e estável para estas negociações”.

Lusa