Giorgio Armani cria fundação para salvaguardar império

Com 82 anos de vida e um legado inestimável na indústria da moda, Giorgio Armani decidiu que estava na hora de salvaguardar o futuro do seu império. Em entrevista ao site especializado em moda WWD, o estilista italiano admitiu ter criado uma fundação com o seu nome “com o objetivo de colaborar com o desenvolvimento de projetos sociais e de interesse público”.

Desta forma, Giorgio Armani vai juntar o útil ao agradável. Isto porque o empresário vai ter uma fundação que desempenhará um papel social, ao mesmo tempo que também irá “salvaguardar os ativos da Armani Group” e “assegurar que estes se mantêm estáveis com o passar dos anos”. “É fundamental continuar com o desenvolvimento da marca Armani e que esta seja sustentada através de investimentos apropriados, administração prudente e uma cuidadosa política de aquisições”.

O estilista não quis apenas salvaguardar a questão monetária, mas também os valores que desde sempre incutiu à sua própria marca: “Autonomia, independência, ética, integridade e honestidade”.

Fundada em 1975, em Milão, a Armani é uma das mais conceituadas e luxuosas marcas de moda do mundo. Em 2015, a empresa terminou o ano com vendas acima dos seis milhões de euros, mais precisamente 6,6 milhões.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Boa forma de Serena Williams aquece redes sociais…