Condição feminina vai marcar a agenda da semana

O Dia Internacional da Mulher, que se assinala no dia 8 de março, está a motivar uma série de iniciativas para celebrar e motivar o empoderamento das mulheres e empreendedorismo que se vão realizar na próxima semana.

Logo na segunda-feira, dia 7, começa a Conferência Women of Wisdom, com o tema Mulheres de Negócios e Lideranças: O Novo Sexo Forte. O encontro vai durar três dias e vai reunir nomes como Madalena Queirós (ETV), Sandra Correia (Pelcor), Keitumetse Matthews (Embaixadora da África do Sul). O encontro vai durar 3 dias e tem como objetivo favorecer o networking, as redes de trabalho internacionais e apresentar as boas práticas da liderança no feminino. Mais detalhes e inscrições no site da Conferência Women of Wisdom.

No dia 8, logo às 9 horas da manhã, o Museu da Eletricidade recebe a Conferência Mercer Sobre a Igualdade de Género. Nesta conferência, que será encerrada pela Secretária de Estado da Igualdade Catarina Marcelino, terá dois painéis – um para discutir O Papel da Mulher no Século XXI e outro sobre a Diversidade nas Empresas.

No mesmo dia, a partir das 15h00 Comité Olímpico de Portugal vai assinalar o Dia Internacional da Mulher com a organização da Conferência Liderança no Feminino – Percursos de Sucesso e Perspetivas de Desenvolvimento, no Auditório do Comité Olímpico de Portugal, em Lisboa. O encontro terá duas oradoras convidadas: Ângela Melo, Diretora de Divisão de Juventude, Ética e Desporto da UNESCO, e Katie Simmonds, Responsável de Governação Desportiva e Integridade Financeira do ICSS Europe.

São iniciativas que assinalam no País, no Dia Internacional da Mulher e comemoram a luta pela igualdade e a evolução que o estatuto da mulher teve em Portugal.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Governo beneficia empresas criadas por mulheres