Oprah reage à vitória de Trump: “A esperança ainda está viva”

oprah

À semelhança de vários norte-americanos e pessoas de outras nacionalidades espalhadas pelo mundo, Oprah Winfrey reagiu com “descrença” à eleição de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos da América, resultado que ficou conhecido com as eleições desta terça-feira.

A apresentadora e empresária, que demonstrou desde cedo o seu apoio à candidata democrata, Hillary Clinton, durante a sua campanha, ainda tem “esperança” quanto ao futuro do seu país, depois de ter assistido ao encontro entre Trump e Barack Obama, que decorreu quinta-feira na Casa Branca.

Em entrevista à Associated Press, a ex-rainha do daytime norte-americano e atual dona do canal por cabo OWN considera que “a esperança ainda está viva” depois de Trump ter mostrado interesse em trabalhar com a equipa de Obama durante a transição de poderes.

Winfrey não acredita que a eleição do candidato republicano à presidência norte-americana seja interpretada como um “repúdio a Obama”. Para Oprah, a vitória de Trump reflete os milhões de simpatizantes que “sentiram que as suas vozes não tinham sido ouvidas” até ali.

Oprah Winfrey notou, durante o discurso de vitória de Trump, uma linguagem corporal que indiciava um candidato republicano mais “humilde”. “Ter o peso do mundo nos ombros faz-nos entrar num processo de humildade”, remata a mesma.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

A princesa Grace Kelly faria 87 anos