Esperas acima da lei para cirurgias à mama preocupam Liga

Portimão apresentava 8 meses de espera em Senologia em 2017, que garante já ter resolvido. Liga avança com levantamento nacional

No final do ano passado, o tempo de espera em Portimão para uma cirurgia muito prioritária na área da Senologia (especialidade que trata as doenças da mama) era de oito meses. Isto para casos que deviam ter resposta em 15 dias. O hospital garante que neste momento tem apenas uma doente nesta situação, que já foi operada ao problema oncológico e espera cirurgia reconstrutiva da mama. Este era um dos casos mais graves num retrato feito com dados de 30 de novembro de 2017, os últimos publicados no Portal do SNS, e que preocupam a Liga Portuguesa Contra o Cancro, que vai avançar com um levantamento nacional junto dos hospitais, depois de ter recebido denúncias de que grande parte destas doentes estão a ser operadas fora dos tempos considerados aquedados.

Leia mais em DN.PT

Meio milhão de britânicas excluídas de rastreios ao cancro da mama