Subir

Hillary ou Trump? Em quem é que ‘Os Simpsons’ vão votar?

A sátira política tem sido uma constante ao longo das 27 temporadas de ‘Os Simpsons’. A pouco mais de três meses de se realizarem as eleições para a presidência dos EUA, a série criada por Matt Groening não quis deixar passar em branco este tema e, mesmo estando de “férias” do pequeno ecrã, decidiu fazer uma curta-metragem que foi publicada no canal de YouTube da Fox.

No vídeo, o casal Simpson está deitado na cama, mas algo atormenta Marge. “Não consigo fazer amor enquanto não decidir em quem é que vou votar”. É nessa altura que Homer decide ligar a televisão, onde está a ser exibido um vídeo alusivo à campanha de 2008 de Hillary Clinton, atual candidata democrata à corrida presidencial dos EUA, no qual um telefone toca às 03.00 da manhã e se ouve o narrador a questionar quem é que os norte-americanos querem que lidere o país em tempos de crise.

Na versão de ‘Os Simpsons’, o telefone também toca à mesma hora e o narrador pergunta quem é que o espectador quer que atenda o telefone, em alusão a quem deverá ser o novo inquilino da Casa Branca. Hillary Clinton ou Donald Trump, candidato republicano à presidência dos EUA?

Depois de ver o vídeo, a matriarca da família está mais aliviada e confessa ao marido que já tomou a sua decisão. Homer concorda-a e afirma que vai votar em Donald Trump. E é aqui que surge o problema, já que Marge afirma que, nesse caso, não sabe se poderá continuar casada com ele, pelo que Homer decide mudar a sua intenção de voto. “E foi assim que me tornei um democrata”, diz, no final do vídeo.

Márcia Gurgel