Subir

Maria de Belém: “Temos maturidade democrática” para mulheres na política

A candidata à Presidência da República, Maria de Belém Roseira, intervém num jantar com apoiantes em Viseu (MIGUEL A. LOPES/LUSA)

Maria de Belém escolheu o tema das mulheres para o seu quarto dia de campanha, em Ílhavo, na quarta-feira, dia 13. A candidata à Presidência da República destacou o papel das mulheres na sociedade e na política.

“Acho que em Portugal nós temos uma maturidade democrática que percebe bem a importância das mulheres no exercício da vida política”, sustentou durante uma visita à fábrica de carteiras Cavalinho, em São Paio de Oleiros, no concelho de Santa Maria da Feira, Aveiro. Maria de Belém aproveitou para pedir às operárias para, no dia 24 de janeiro, votarem em si.

Questionada pelos jornalistas se conta com o voto das mulheres, Maria de Belém respondeu que “muitas mulheres sentem que é chegado o momento de ter um exercício da Presidência diferente”.

Sobre as desigualdades entre homens e mulheres, a candidata considera que estas são culturais e que demoram muito tempo a desaparecer. “Por isso é que é tão importante continuarmos a investir na igualdade de oportunidades na medida em que a desigualdade tem muitas manifestações e uma delas é a da violência doméstica, que radica muito no desvalor que se dá às mulheres, nas mulheres consideradas como propriedade de alguém”, defendeu.