Phil Collins diz ter sido um “cretino” ao trair a segunda mulher

Phil Collins

Foi durante uma entrevista ao programa australiano ‘Sunday Night’ que Phil Collins admitiu ter traído a sua segunda mulher, Jill Tavelman. “Eu segui o meu coração. Mas apercebi-me de que estava a ser um cretino”, afirmou o artista britânico, de 65 anos, que se mostrou arrependido por ter tido o affair que destruiu esse casamento.

Phil Collins já teve três mulheres: Andrea Bertorelli, entre 1975 e 1980, Jill Tavelmen, entre 1984 e 1996, e Orianne Cevey, de 1999 a 2008. Entretanto, o cantor e a terceira mulher, de quem se chegou mesmo a divorciar, estão novamente juntos. “Voltei para a minha terceira mulher, algo que as pessoas acham ser estranho. Mas para mim foi maravilhoso”, admitiu.

Na altura do divórcio, Phil Collins teve de pagar “bastante dinheiro” a Orianne Cevey, mas ambos acabaram por perceber que a separação “tinha sido um erro” e decidiram dar uma segunda oportunidade ao amor. O casal tem dois filhos, Nicholas, 15 anos, e Matthew, 12.

E o cantor quer mesmo voltar a casar com a ex-mulher. “Sou um romântico que acredita, e que tem esperança, de que a união pelo casamento é para valorizar e para durar”, salientou.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Melanie C revela que sofreu de ‘bullyingR…