George Clooney ajuda crianças refugiadas

George Clooney, de 56 anos, juntou-se às grandes empresas Google e HP para pagar transportes, computadores, conteúdos e formação de professores ao Ministério da Educação no Líbano e para que 3000 crianças sírias possam frequentar a escola.

O ator, que ao lado da mulher Amal Alamuddin cumpriu o sonho de ser pai há dois meses, doou 2,76 milhões de euros para ajudar crianças refugiadas da Síria.


Veja a reportagem que mostra a formação de mulheres para a frente de combate contra o Estado Islâmico


“Não queremos perder uma geração inteira, porque tiveram o azar de nascer no sítio errado à hora errada”, disse George Clooney, após a doação à UNICEF.

George Clooney e Amal Alamuddin casaram em 2014 e há dois meses foram pais dos gémeos Ella e Alexander [Fotografia: DR]

George Clooney decidiu interromper as férias com a família em Itália para tratar deste assunto. Ele que é pai dos gémeos, Ella e Alexander, está agora ainda mais atento às problemáticas que envolvem crianças.


Leia também Amal e George Clooney querem criar os filhos na Europa


No Líbano, país vizinho da Síria, residem hoje mais de um milhão de refugiados, sendo que quase metade desse número são crianças. Atualmente, tanto a UNICEF como o governo local tem lutado em várias frentes com o objetivo de garantir o direito à educação a crianças sírias que fugiram da guerra, que desde inícios de 2011 destrói o seu país.

Fotografia de destaque: REUTERS/Toby Melville

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

“Madre Teresa” do Paquistão morre aos…