Mulher Maravilha será embaixadora da ONU para a autodeterminação de mulheres e meninas

wonder-woman

A Mulher Maravilha, personagem popular da DC Comics, será a partir deste mês embaixadora honorária das Nações Unidas para a autodeterminação de mulheres e meninas, anunciou esta quinta-feira a organização.

A heroína das séries de televisão e banda desenhada vai ser oficialmente designada como embaixadora honorária das Nações Unidas para a autodeterminação de mulheres e meninas, durante uma cerimónia em que participará o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, no dia 21 de outubro.


Leia também o artigo: ‘Wonder Woman’ ganha vida no primeiro ‘trailer’


Na ocasião, será lançada uma cerimónia de um ano sobre igualdade de género e empoderamento das mulheres, um dos novos objetivos globais das Nações Unidas para os próximos 15 anos.

Wonder Woman, no original em inglês, é uma das histórias mais populares da DC Comics e chegará ao grande ecrã, com a atriz israelita Gal Gadot como protagonista, num filme com o mesmo título, esperado para junho de 2017.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Comissão para a Igualdade de Género apresenta qu…