O fluído pré-ejaculatório pode engravidar?

O fluído pré-ejaculatório pode engravidar?

Numa relação sexual, todos os homens libertam fluído pré-ejaculatório. As parecenças entre este líquido incolor e o esperma levam muitas pessoas a pensar que é suficiente para gerar uma gravidez. Na verdade pode acontecer, mas as probabilidades são muito reduzidas.

Este líquido incolor é maioritariamente composto por sémen, que transporta os espermatozoides no momento da ejaculação, e não pelos espermatozoides em si, fazendo com que uma gravidez seja um cenário bastante improvável.


Leia também o artigo: Por que é que casar acaba com o sexo?


“Os últimos estudos feitos com homens saudáveis demonstraram que o líquido pré-ejaculatório não contém espermatozoides, portanto não seria capaz de engravidar por si só”, explicou a ginecologista brasileira Fernanda Araújo Pepicelli, do Hospital Bandeirantes, em São Paulo.

Só é possível engravidar com o fluído pré-ejaculatório se, no canal uretral, existirem vestígios de espermatozoides provenientes de uma ejaculação anterior.

Fluído pré-ejaculatório transmite DSTs
Apesar de a probabilidade de engravidar através deste líquido ser muito reduzida, a possibilidade de contrair uma doença sexualmente transmissível é bastante elevada. O vírus do papiloma humano, que infeta as mucosas, é uma das doenças que corre o risco de contrair através do fluído pré-ejaculatório.

Se não quer engravidar nem contrair uma doença sexualmente transmissível, o melhor é não arriscar e optar sempre pelo uso do preservativo.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Por que é que casar acaba com o sexo?