Melinda e Bill Gates explicam as razões para abdicarem da fortuna

São um dos casais mais ricos de mundo, mas também um dos que mais dinheiro doa para causas sociais. Bill e Melinda Gates explicaram agora as verdadeiras razões para gastarem uma grande parte da sua fortuna com os outros.

Na carta anual da Fundação Bill e Melinda Gates, publicada no site gatesnotes.com , Bill explica que há duas razões para despender parte do seu dinheiro a tentar melhorar a sociedade:”uma é o significado que isso tem. Mesmo antes de nos casarmos falamos que eventualmente iríamos gastar muito do nosso tempo dedicados à filantropia. Acreditamos que essa é uma responsabilidade básica de qualquer pessoa que tenha muito dinheiro. Depois de tomar conta de si e dos seus filhos, o melhor a fazer com dinheiro extra é devolvê-lo à sociedade. A outra razão é que nós nos divertimos muito a fazer isto. É raro ter um trabalho em que se consiga ter estas duas coisas: um grande impacto e muita diversão. Eu tenho isso com a Microsoft e com a Fundação. Não consigo imaginar uma maneira melhor de ocupar grande parte do meu tempo.”

Melinda Gates falou de como os valores transmitidos pelas famílias de ambos os influenciaram na decisão de doar o seu dinheiro. ” Ambos viemos de famílias que acreditavam que devíamos deixar o mundo melhor do que o encontrámos. Os meus pais garantiram que eu e os meus irmãos levávamos a sério os ensinamentos de justiça social da Igreja Católica. (…) Claro que estes valores não são exclusivos nossos. Milhares de pessoas ajuda através de voluntariado ou doações monetárias para ajudar os outros. Nós estamos, no entanto, numa posição pouco usual porque temos muito dinheiro para dar. O nosso objetivo é fazer o que os nossos pais nos ensinaram e fazer a nossa parte na construção de um mundo melhor.”

A Fundação criada pelo casal tem quase 20 anos e trabalha em causas sociais em todo o mundo através de doação de dinheiro para melhorar os sistemas de saúde, educação e saneamento entre outros.

 

 

Desigualdade entre mulheres e homens trava o desenvolvimento do mundo