‘La Manada’ pagam seis mil euros e saem em liberdade condicional

O Tribunal de Navarra acaba de declarar a liberdade condicional aos cinco homens sevilhanos que se autointitularam e ficaram conhecidos pelo grupo La Manada e que abusaram e terão violado uma jovem durante as festas de San Fermín, Pamplona, em 2016.

Uma decisão que obriga ao pagamento de uma fiança de seis mil euros a cada um e impõe medidas cautelares que passam pela apresentação regular dos cinco elementos às segundas, quartas e sextas na esquadra mais próxima das suas áreas de residência.

Na base da decisão está a o facto de os magistrados terem considerado que não havia, por parte dos elementos do ‘La manada’, risco de fuga, nem de reiteração do ato criminal. Recorde-se que o grupo tinha sido condenado a nove anos de prisão em abril último pelo mesmo tribunal que agora concede a possibilidade de cumprir pena longe da prisão.

Justiça espanhola pede 22 anos de prisão para “a manada” que violou jovem

A condenação – considerada muita curta uma vez que foram sentenciados por abuso sexual, mas não pela agressão e pela violência – gerou uma onda de contestação política e social, liderada, entre outros, por coletivos feministas, com manifestações subordinadas ao slogan “Não é um abuso, é uma violação”.

Esta nova decisão também está a gerar celeuma e já estão marcados protestos para a tarde desta quinta-feira, 21 de junho, e sexta, 22.

Recorde-se que os militares José Ángel Prenda, Alfonso Cabezuelo, o guardia civil Antonio Manuel Guerrero e Jesús Escudero e Ángel Boza – com idades entre os 24 e os 27 anos – estavam detidos desde 7 de julho de 2016, exatamente poucas horas após os acontecimentos.

Segundo o diário El Pais, a sentença agora emitida é passível de recurso junto do Superior Tribunal de Justiça. Porém, este mesmo apelo, refere o jornal, não deverá suspender a execução da pena de liberdade provisória, segundo fontes do gabinete do Procurador, citadas pelo periódico espanhol. Assim sendo, basta que cada condenado pague os seis mil euros de fiança para que, de imediato, possa sair em liberdade condicional.

Imagem de destaque: Reuters

Celebridades reagem à condenação do grupo ‘La Manada’