Faça as limpezas de primavera com produtos naturais

Sabia que os produtos de limpeza podem provocar tantos danos nos pulmões como fumar um maço de tabaco por dia? Ora, sendo o sexo feminino quem mais está exposto aos efeitos dos produtos químicos e quem mais tem a cargo a limpeza da casa, falamos de perigos iminentes.

No entanto, a natureza também apresenta as suas alternativas, que podem ser aliadas nesta batalha. Na galeria acima algumas das alternativas que prometem acarretar menos danos para a saúde, que se revelam mais económicas e ecológicas

Segundo uma pesquisa da Universidade de Bergen, na Noruega, publicada este ano pelo jornal da Sociedade Toráxica Americana, limpar a casa pode representar um risco para a saúde respiratória. O resultado da pesquisa baseou-se na análise pulmonar de mais de 6.200 pessoas em duas ocasiões. Num primeiro momento, quando tinham cerca de 34 anos e, em segundo, 20 anos depois. Os participantes eram questionados se trabalhavam em limpezas ou se usavam produtos químicos e sprays, assim como a regularidade do seu uso.

“As mulheres que faziam limpezas, quer fosse uma vez por semana na sua própria casa, quer a nível profissional, mostravam um declínio “acelerado” na capacidade pulmonar, comparável ao consumo de 20 cigarros diários durante 10 a 20 anos. Já nos pulmões dos participantes do sexo masculino não foi encontrado qualquer efeito do uso de produtos de limpeza”, adiantaram os autores do estudo, Cecile Svanes e Oisten Svanes.

“As mulheres que faziam limpeza mostravam um declínio “acelerado” na capacidade pulmonar, comparável ao consumo de 20 cigarros diários durante 10 a 20 anos”

Ambos sugerem que a redução da capacidade pulmonar seria decorrente do uso dos produtos químicos de limpeza, pois estes irritam as mucosas que revestem as vias respiratórias, o que com o tempo resulta em alterações permanentes.

Já no caso dos homens que parecem não ser afetados, os investigadores acreditam que a explicação resida no facto dos seus pulmões serem menos suscetíveis ao impacto desse tipo de químicos, uma vez que estudos anteriores mostraram que são mais resistentes aos danos provocados por vários agentes irritantes, incluindo o tabaco.

Por outro lado, sabemos que eles dedicam muito menos horas por semanas às tarefas domésticas (quatro horas de trabalho não pago de tarefas domésticas delas, contra cerca de duas horas e meia no caso deles).

O Delas.pt falou com Sílvia Morais, professora de ioga, doula e que ministra workshops de cosmética e produtos naturais. Ensinou-nos a limpar a casa de forma mais económica, ecológica e saudável, “especialmente para pessoas com doenças respiratórias e propensas a problemas dermatológicos”, diz. Principalmente agora na altura, das “limpezas primaveris”.

Sara Raquel Silva

Imagem de destaque: Shutterstock

12 alternativas sustentáveis para substituir o papel de cozinha

Saiba quais os objetos mais sujos na sua cozinha