Seleção feminina “confiante” no arranque da Algarve Cup

A jogadora Jéssica Silva encara a Algarve Cup como uma excelente forma de a seleção portuguesa de futebol preparar os próximos jogos de qualificação para o Mundial2019 e como um desafio para a melhorar a prestação de 2017.

“O nosso objetivo é fazermos um bom mundialito, melhor do que nos anos anteriores, a equipa está confiante”, disse Jéssica Silva, que esta época se transferiu do Sporting de Braga para as espanholas do Levante, em declarações à agência Lusa.

A seleção portuguesa estreia-se na Algarve Cup, esta quarta-feira, 28 de fevereiro, às 15h, frente à China, antes de defrontar a Austrália, na sexta-feira, e a Noruega, no dia 05 de março.


Recorde, em baixo, a entrevista que a futebolista deu ao Delas.pt

Jessica Silva: “Quero estar e ser distinguida entre as melhores do futebol feminino”


Jéssica Silva, que no ano passado falhou, devido a lesão, a estreia portuguesa na fase final do Europeu, considera que a qualidade dos seus adversários na Algarve Cup – além da China, Portugal defronta a Noruega e a Austrália – é um teste para o que falta da qualificação para o Mundial2019.

“É bom para prepararmos o resto da nossa qualificação para o Mundial”, disse a avançada da seleção nacional destacando o facto de todas as adversárias do grupo A estarem acima de Portugal no ‘ranking’.

Jéssica Silva mostrou-se bastante satisfeita com o regresso da ‘capitã’ Cláudia Neto, recuperada de uma lesão: “O regresso da Cláudia é uma mais-valia, sentimos a falta dela, vai ser bom para nós a muitos níveis.”

A jogadora do Levante diz estar a “aproveitar ao máximo” a experiência que está a ter na liga espanhola, que tem “um bom nível competitivo e é um bocadinho diferente da realidade portuguesa”.

Foi, de resto, a Espanha que ganhou a última edição da Algarve Cup. Portugal terminou na 12.ª e última posição.

Seleção feminina com “obrigação de manter os bons resultados” na Algarve Cup

 

Imagem de destaque: Paulo Spranger/Global Imagens