O Reino Unido vai a eleições e são dez as mulheres que vão mudar Europa

O parlamento inglês foi, esta quarta-feira, 3 de maio, dissolvido. A primeira-ministra Theresa May já comunicou formalmente à Rainha, dando início, assim, à abertura oficial para nova campanha eleitoral.

Um processo natural – ainda que em circunstâncias complexas – quando se está ante um sufrágio antecipado, marcado para 8 de junho, e que pode começar a mudar para sempre a União Europeia como a conhecemos e o Reino Unido tal como está.

Em terras de Sua Majestade, as ligações podem complicar-se. Por isso, o Delas.pt foi ouvir Helena Carrapiço, professora portuguesa em Relações Internacionais, que dá aulas na Universidade de Aston, no Reino Unido. A investigadora e docente, de 37 anos, explica o processo das eleições legislativas e do Brexit e que está – sobretudo – nas mãos das mulheres.


Recorde as manifestações que já tiveram lugar

As celebridades e o Brexit e as consequências para a moda


De Londres, a Edimburgo, da Irlanda do Norte ao País de Gales, conheça o poder, o histórico e as relações que existem entre estas líderes e a margem que têm para alterar a História.

Na lista – e que pode ficar a conhecer na galeria de imagens acima – estão as primeiras-ministras Theresa May e Nicola Sturgeon, estão as representantes máximas da Irlanda do Norte Arlene Foster e Michelle O’Neill, a chanceler alemã Angela Merkel, mas também as que prometem chegar e, quem sabe, revolucionar.

Neste xadrez é, curiosamente, a rainha quem tem menos poder. A toda-poderosa chefe de Estado Isabel II pode fazer pouco face ao poder das mulheres que se agigantam neste momento político.

A pouco mais de um mês das eleições, saiba quem é quem e em que tabuleiros jogam.

Imagem de destaque: Shutterstock

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Endividamento: há menos famílias a pedir ajuda